Banco do Nordeste usa Tribuna Livre para prestação de contas.

por Adriano Silva publicado 17/12/2019 09h17, última modificação 17/12/2019 09h17

O Banco do Nordeste do Brasil S. A. é o maior banco de desenvolvimento regional da América Latina e diferencia-se das demais instituições financeiras pela missão que tem a cumprir: Atuar como Banco de Desenvolvimento da Região Nordeste. Sua visão é a de ser o Banco preferido do Nordeste, reconhecido pela sua capacidade de promover o bem-estar das famílias e a competitividade das empresas da Região.

Sua preocupação básica é executar uma política de desenvolvimento ágil e seletiva, capaz de contribuir de forma decisiva para a superação dos desafios e para a construção de um padrão de vida compatível com os recursos, potencialidades e oportunidades da Região.

Na Tribuna Livre dessa segunda-feira, (06) o Banco do Nordeste na representação do seu gerente para a região de Guanambi Jeremias Fernandes Júnior, apresentou o relatório de prestação de contas ao exercício de 2018.

Depois de informar o valor que banco liberou na região nordeste, por meio do Credamigo e Agroamigo, Jeremias Fernandes trouxe os números do município, que no ano de 2018 para a região de Guanambi, o banco do nordeste agência/Guanambi injetou na economia por meios dos contratos, R$142.712,3 Bilhões, sendo beneficiadas 46.298 famílias com esse crédito. Já na cidade de Guanambi foi injetado 31.202,9 Bilhões com 10.438 famílias tiveram suas vidas mudadas com esse crédito.

Ele afirma: ”todo esse sucesso é graças aos pequenos produtores e microempreendedores”.

 Crediamigo

É um Programa de Microcrédito do Banco do Nordeste voltado aos empreendedores que atuam nos setores da economia tanto formal quanto informal da economia (microempresas, enquadradas como Microempreendedor Individual, Empresário Individual, Autônomo ou Sociedade Empresária), permitindo-lhes ter acesso ao crédito e à capacitação, distribuídos nas modalidades de créditos, individuais, solidários ou comunitárias.

O público-alvo do Crediamigo são todas as pessoas que já exercem ou desejam iniciar uma atividade própria, nos segmentos formais ou informais da economia, de acordo com perfil de cada empreendedor.

As iniciativas podem ser variadas, como exemplo: Marcenarias, sapatarias, carpintarias, artesanatos, alfaiatarias, gráficas, padarias, produções de alimentos, ambulantes, vendedores em geral, mercadinhos, papelarias, armarinhos, bazares, farmácias, armazéns, restaurantes, lanchonetes, feirantes, pequenos lojistas, açougueiros, promotores de vendas de cosméticos, salões de beleza, oficinas mecânicas, e etc.

 Agroamigo

É o Programa de Microfinança Rural do Banco do Nordeste, operacionalizado em parceria com o Instituto Nordeste Cidadania (INEC) e a Secretaria Especial da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário. Trata-se de uma iniciativa pioneira no Brasil que visa à concessão de financiamento para agricultores familiares, adotando metodologia própria de atendimento, cuja principal premissa consiste na concessão de crédito orientado e acompanhado. É destinado a agricultores familiares enquadrados no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), exceto os enquadrados nos grupos "A" e "A/C", em operações de crédito de até R$ 15.000,00, respeitado o saldo devedor máximo de R$ 30.000,00, obedecendo a metodologia do Programa  Nacional de Microcrédito Produtivo Orientado (PNMPO).

Para comprovar a condição de agricultores familiares, os agricultores deverão apresentar a DAP – Declaração de Aptidão ao Pronaf, emitida pelos órgãos oficiais de assistência técnica dos Estados ou pelos Sindicatos que os representem.

 

Texto: Adriano SIlva / Cleide Ferreira

Foto: Tarcisio Motta

 

Mais Fotos: https://www.facebook.com/camaradeguanambi/

https://www.instagram.com/camaradeguanambioficial/?hl=pt-br

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.